Vídeo: Moto anda sozinha em estacionamento e viraliza nas redes sociais - Carro e motos

Vídeo: Moto anda sozinha em estacionamento e viraliza nas redes sociais

Vídeo: Moto anda sozinha em estacionamento e viraliza nas redes sociais. Foto: Reprodução Youtube
Vídeo: Moto anda sozinha em estacionamento e viraliza nas redes sociais. Foto: Reprodução Youtube
Vídeo: Moto anda sozinha em estacionamento e viraliza nas redes sociais. Foto: Reprodução Youtube

Uma moto ficou famosa na internet depois de ter sido filmada andando sozinha em um estacionamento de Londrina, no Paraná.

+ Royal Enfield lança a nova Classic com mesmo motor da Meteor 350
+ Veja as 10 motos custom mais vendidas em 2021
+ Linha Yamaha XMax ABS 2022 é lançada pelo preço de R$ 25.990
+ 26 curiosidades sobre a Porsche

O registro da “moto fantasma” foi feito na última terça-feira (28), mas ganhou repercussão nos últimos dias, com o público online compartilhando o vídeo, gravado pelas câmeras de segurança do prédio.

Nas imagens, a moto aparece estacionada em uma vaga de um condomínio, quando começa a andar sozinha. Logo o sensor de luz do estacionamento também é ativado, deixando o ambiente claro. Logo depois é possível ver a moto caindo no chão e batendo em um carro.

Em entrevista ao site G1, o dono do veículo, Darcy Furquim, disse que percebeu que a moto estava no chão ao sair de casa para passear com o cachorro – ele estaciona por volta das 19h, todos os dias, ao chegar do trabalho.

A princípio ele acreditou que algum vizinho tivesse movido o veículo do lugar. Furquim chegou às imagens das câmeras de segurança do prédio e se surpreendeu com o que encontrou. “É uma situação que foge da normalidade, mas não é uma situação que é um fantasma, um espírito, acredito. Deve ter sido uma pane”, opinou.

A hipótese levantada pelo dono da motocicleta é a de que ele poderia ter deixado o veículo engatado. Se foi um fantasma ou não, Furquim acabou ficando com um prejuízo, já que a moto acabou danificando um carro que estava estacionado por perto – e o conserto foi estimado em R$ 1,9 mil.

x

  • arrow