VÍDEO mostra helicóptero de ataque Mi-28N da Rússia atacando forças ucranianas com mísseis

Um vídeo divulgado pelo Ministério da Defesa da Rússia, nesta segunda 6, mostra o rabalho de combate das tripulações de helicópteros de ataque Mi-28N na zona guerra.

+ VÍDEO: Kleber Bambam compra BMW de R$ 1 milhão, conheça o carro
+ Novos faróis LED de alta resolução da Porsche prometem transformar a noite em dia
+ Caça Turco com participação de empresa brasileira faz primeiro teste de motor

Helicóptero de ataque Mi-28N. Foto: Reprodução
Helicóptero de ataque Mi-28N. Foto: Reprodução

Os pilotos da aviação do exército realizaram lançamentos de mísseis nos pontos fortificados descobertos das unidades das Forças Armadas da Ucrânia.

Como resultado do uso em combate, o posto de comando e os veículos blindados das Forças Armadas da Ucrânia foram destruídos.

A aviação do Exército no decorrer de uma operação militar especial executa as tarefas de escoltar colunas, destruir veículos blindados, entregar tropas, carga militar, apoio aéreo a unidades que executam tarefas no âmbito de uma operação especial.

Helicóptero de ataque Mi-28N. Foto: Reprodução
Helicóptero de ataque Mi-28N. Foto: Reprodução

+ Russos são bombardeados por drone em momento de intimidade

Helicóptero de ataque Mi-28N. Foto: Reprodução
Helicóptero de ataque Mi-28N. Foto: Reprodução

Mil Mi-28

Mil Mi-28. Foto: Ministério da Defesa da Federação Russa
Mil Mi-28. Foto: Ministério da Defesa da Federação Russa

+ VÍDEO: Minsitros do Supremo Tribunal Federal são recebidos embaixo de vaias em Nova York

O Mil Mi-28 é um helicóptero de ataque de fabricação russa. É um dos mais avançados do seu tipo, considerado uma versão otimizada do Mil Mi-24 e um “concorrente” do Apache. Ele é armado com uma metralhadora de 30 mm no nariz, além de lançadores de mísseis ar-terra, também sendo capaz de atingir alvos no ar. Cada unidade desta aeronave custa em média US$ 16 milhões de dólares.

O primeiro protótipo voou em novembro de 1982, com as primeiras unidades sendo entregues somente em 2004. O programa havia sido cancelado em 1993, em favor do desenvolvimento do Ka-50. Em 2003, o comando da força aérea russa confirmou este helicóptero finalmente iria integrar as forças militares do país.

+ Canto alemão: móvel aproveita muito melhor o espaço da sala de jantar
+ Kawasaki Versys 650 2023, ficha técnica, potência, consumo e preço
+ 21 mulheres que cortaram seus cabelos bem curtos e ficaram maravilhosas

Fonte: Ministério da Defesa da Rússia

  • arrow