Vídeo mostra ataque dos EUA, em coordenação com cinco países a posições dos houthis no Iêmen

Vídeo mostra ataque dos EUA, em coordenação com cinco países a posições dos houthis no Iêmen. Fotos e vídeos: Twitter @WarWatchs / @zaryabrixvi / @DonaldTNews

Os Estados Unidos, juntamente com cinco países aliados, lançaram ataques aéreos contra as posições dos houthis no Iêmen. O Presidente dos EUA, Joe Biden, afirmou que a operação, realizada na madrugada de sexta-feira, foi uma resposta necessária à “ameaça à liberdade de navegação” na região.

+ Clique aqui para ver os vídeos

Os ataques, que também envolveram o Reino Unido e contaram com o apoio da Austrália, Bahrein, Canadá e Holanda, visaram posições estratégicas dos houthis, uma facção rebelde que controla grandes áreas do Iêmen. Vídeos circulando nas redes sociais mostram alegadamente cenas dos ataques liderados pelos EUA e pelo Reino Unido, embora sua autenticidade ainda não tenha sido verificada oficialmente.

Autoridades locais reportaram que os ataques aéreos concentraram-se em áreas-chave, incluindo a capital do Iêmen, Sanaa, e as cidades costeiras de Al Hudaydah e Taiz. Relatos indicam que uma base aérea próxima ao Aeroporto Internacional de Sanaa e ao Aeroporto de Al Hudaydah foi especificamente visada.

Vídeo mostra ataque dos EUA, em coordenação com cinco países a posições dos houthis no Iêmen. Fotos e vídeos: Twitter @WarWatchs / @zaryabrixvi / @DonaldTNews

Este desenvolvimento ocorre em um contexto de crescente tensão na região. A mídia local no Iêmen relatou recentemente um ataque dos houthis contra bases e posições militares dos Estados Unidos e do Reino Unido, intensificando as hostilidades na área.

Em um comunicado emitido pela Casa Branca, Biden descreveu os ataques como “ação defensiva”. A decisão de envolver forças militares nessa operação conjunta sublinha a gravidade com que os EUA e seus aliados veem a situação no Iêmen, um país assolado por conflitos internos e intervenções externas há anos.

Fotos e vídeos: Twitter @WarWatchs / @zaryabrixvi / @DonaldTNews

  • arrow