Embraer e Mahindra anunciam colaboração na aeronave de transporte médio C-390 Millennium

C-390 Millennium. Foto: Wikimedia
C-390 Millennium. Foto: Wikimedia

Nova Deli, 9 de fevereiro de 2024: A Embraer Defesa e Segurança e a Mahindra anunciaram hoje que assinaram um Memorando de Entendimento (MoU) com o objetivo de cumprir conjuntamente a aquisição da aeronave multimissão C-390 Millennium pela Força Aérea Indiana em seu próximo projeto de aquisição de Aeronaves de Transporte Médio (MTA).

O memorando de entendimento foi assinado na Embaixada do Brasil em Nova Délhi.

+ Mini Cooper S Hardtop 2025 conta com motor de maior potência
+ Ford lança atualização controversa para o Puma 2024

“Estamos honrados em anunciar este memorando de entendimento com a Mahindra. A Índia tem uma indústria aeroespacial e de defesa diversificada e forte e escolhemos a Mahindra como nossa parceira para buscar conjuntamente o programa MTA”, disse Bosco da Costa Junior, presidente e CEO da Embraer Defesa e Segurança. Ele acrescentou: “A Índia é um mercado-chave para a Embraer e apoiamos totalmente as ambições da Índia para ‘Atmanirbhar Bharat’. Vemos essa parceria como um símbolo do fortalecimento das relações entre Brasil e Índia e uma forma de fomentar a cooperação Sul Global.”

A Embraer e a Mahindra se envolverão com a Força Aérea Indiana para identificar os próximos passos do programa MTA, bem como entrarão em contato com a indústria aeroespacial local na Índia para começar a desenvolver o plano de industrialização do projeto.

O memorando de entendimento foi assinado pela Embraer Defense and Security e pela Mahindra Defence Systems, subsidiária 100% detida pela Mahindra, que se concentra em transporte blindado e produtos relacionados à segurança, incluindo eletrônicos.

A Embraer tem presença consolidada na Índia nas áreas de defesa, aviação comercial e aviação executiva. Em agosto de 2023, a Embraer realizou um C-390 Millennium Day em Nova Delhi, na Índia, para aprofundar o engajamento com a indústria aeroespacial local, que foi muito bem assistida pelo ecossistema indiano.

A aeronave de transporte tático multimissão C-390 Millennium oferece mobilidade inigualável, combinando alta produtividade e flexibilidade operacional com baixos custos operacionais, o que é uma combinação imbatível.

Desde que entrou em operação com a Força Aérea Brasileira em 2019 e mais recentemente com a Força Aérea Portuguesa em 2023, o C-390 provou sua capacidade, confiabilidade e desempenho. A frota atual de aeronaves em operação acumula mais de 11500 horas de voo, com disponibilidade operacional em torno de 80% e taxas de conclusão de missão acima de 99%, demonstrando excepcional produtividade na categoria. O C-390 Millennium alcançou seu status de Capacidade Operacional Plena pela Força Aérea Brasileira em 2023, o que endossa a capacidade da plataforma de realizar todas as missões que foi projetada para realizar.

Até o momento, o C-390 Millennium foi selecionado por Brasil, Portugal, Hungria, Holanda, Áustria, República Tcheca e, mais recentemente, Coreia do Sul.

O C-390, a aeronave de transporte militar mais moderna do mercado, pode transportar mais carga útil (26 t) em comparação com outras aeronaves de transporte militar de médio porte e voa 870 km/h (470 nós).
Ele é capaz de realizar uma ampla gama de missões, como transporte e lançamento de cargas e tropas, evacuação médica, busca e salvamento, combate aéreo a incêndios e missões humanitárias, operando em pistas temporárias ou não pavimentadas, como terra batida, solo e cascalho. A aeronave configurada com equipamentos de reabastecimento ar-ar, com a designação KC-390, já comprovou sua capacidade de reabastecimento aéreo tanto como petroleiro quanto como receptor, neste caso recebendo combustível de outro KC-390 utilizando pods instalados sob as asas.

A colaboração em torno do C-390 Millennium trará a mais recente tecnologia em termos de aeronaves de transporte aeroespacial e militar para a Índia. Tanto a Embraer quanto a Mahindra explorarão o potencial de transformar a Índia em um futuro hub das aeronaves C-390 para a região.

 

Fonte: Mahindra

  • arrow