Embraer apresenta detalhes da nova família de aviões Energia - Carro e motos

Embraer apresenta detalhes da nova família de aviões Energia

Embraer apresenta detalhes da nova família de aviões Energia. Foto: Divulgação
Embraer apresenta detalhes da nova família de aviões Energia. Foto: Divulgação
Embraer apresenta detalhes da nova família de aviões Energia. Foto: DivulgaçãoEmbraer apresenta detalhes da nova família de aviões Energia. Foto: Divulgação

A Embraer deu mais um passo em direção a um futuro mais verde ao apresentar esta semana quatro projetos-conceito de emissões pequenas a zero, movidos a hélice.

“Veremos uma grande transformação em nossa indústria em direção a uma aviação mais sustentável”, disse Arjan Meijer, presidente e CEO da Embraer Aviação Comercial. “A Embraer está em uma posição única para viabilizar a introdução de novas tecnologias verdes inovadoras.”

+ Conheça o motorhome de dois andares de Will Smith que pode ser alugado por R$ 50 mil/semana
+ Kawasaki prepara uma nova 250 de estilo vintage
+ Luan Santana compra lancha esportiva de R$ 1.4 milhão; veja fotos

A Embraer anunciou o lançamento da nova linha Energia, que inclui quatro opções com abordagens variadas de conceitos relacionados à sustentabilidade.

Dois dos quatro designs são de nove lugares. O primeiro, o Energia Hybrid, terá dois motores elétricos traseiros que auxiliarão nas manobras de alta carga (decolagem, subida) enquanto um motor a combustão trabalha sozinho durante a viagem.

A mistura o tornaria cerca de 50% mais eficiente do que a combustão sozinha e cortaria 50% das emissões de carbono – 90% se rodando com combustível de aviação sustentável (SAF) – e ofereceria um alcance de 800 km. A Embraer estima que pode ser lançado até 2030.

O Energia Electric tem a mesma capacidade de pousar, mas um visual diferente, com uma ampla asa inspirada em planador e uma única hélice contra-giratória na parte traseira acionada por um sistema de energia totalmente elétrico. Isso produziria zero emissões no tubo de escape, mas o alcance cairia para 320 km e a previsão de lançamento vai para 2035. Baterias de troca rápida no nariz acelerariam os tempos de resposta.

“As aeronaves pequenas são ideais para testar e provar novas tecnologias de propulsão para que possam ser escaladas para aeronaves maiores”, disse Luis Carlos Affonso, vice-presidente sênior de engenharia da Embraer.

Embraer apresenta detalhes da nova família de aviões Energia. Foto: Divulgação
Embraer apresenta detalhes da nova família de aviões Energia. Foto: Divulgação

Essas aeronaves maiores incluiriam a célula de combustível H2 de 19 lugares, que terá dois motores elétricos montados na parte traseira movidos a células de combustível de hidrogênio.

Espera-se que ele ofereça um alcance de 370 km, mas avanços que reduzem o peso das células e dos tanques de hidrogênio líquido podem melhorar o desempenho, especialmente porque a Embraer não prevê que ele chegue ao mercado antes de 2035.

Embraer apresenta detalhes da nova família de aviões Energia. Foto: Divulgação
Embraer apresenta detalhes da nova família de aviões Energia. Foto: Divulgação

O avô da linha Energia é a H2 Gas Turbine, que movimentaria hidrogênio ou 100% combustível de aviação sustentável por meio de duas turbinas padrão, o que permitiria transportar de 35 a 50 passageiros. Cobriria 650 km no H2 e 575 se usando SAF.

+ Quarta geração da minivan Kia Carnival chega ao Brasil por R$ 500 mil
+ Caças da FAB realizam primeira troca de dados usando o Sistema LINK-BR2
+ Nova Ducati Multistrada V2 subistitui Multistrada 950

Embraer apresenta detalhes da nova família de aviões Energia. Foto: Divulgação
Embraer apresenta detalhes da nova família de aviões Energia. Foto: Divulgação

Embora a Embraer os chame de protótipos, ela pretende construir os quatro como parte de sua jornada em direção a um futuro com carbono zero. A empresa brasileira de aeronaves, localizada em São José dos Campos, interior de São Paulo, já anunciou seus objetivos de tornar todas as suas aeronaves 100% compatíveis com SAF até 2030 e testou um demonstrador totalmente elétrico em agosto – a Embraer diz que vai estrear um demonstrador de hidrogênio em 2025.

“Vemos nosso papel como desenvolvedor de novas tecnologias para ajudar a indústria a atingir suas metas de sustentabilidade”, disse Affonso.

  • arrow