Brad Pitt pilota a moto mais cara do mundo em novo anúncio da De'Longhi - Carro e motos

Brad Pitt pilota a moto mais cara do mundo em novo anúncio da De’Longhi

Brad Pitt pilota a moto mais cara do mundo em novo anúncio da De'Longhi. Foto: Divulgação
Brad Pitt  pilota a moto mais cara do mundo em novo anúncio da De'Longhi. Foto: Divulgação
Brad Pitt pilota a moto mais cara do mundo em novo anúncio da De’Longhi. Foto: Divulgação

No novo comercial da marca de máquinas de café De’Longhi estrelada por Brad Pitt, o ator usou para seu comercial uma das joias que guarda em sua coleção de motocicletas.

+ Homem morre após explosão de barril de chope no RS
+ Magda Cotrofe posta foto inédita de ensaio para a Playboy
+ Apple diz que motores de motos podem danificar iPhone; entenda
+ Triumph Speed ​​Triple 1200 RR uma esportiva com ar retrô e 180 cv

Brad Pitt  pilota a moto mais cara do mundo em novo anúncio da De'Longhi. Foto: Reprodução Youtube
Brad Pitt pilota a moto mais cara do mundo em novo anúncio da De’Longhi. Foto: Reprodução Youtube

É a Street Tracker Ecosse , uma motocicleta exclusiva criada pela Roland Sands, na qual materiais como titânio ou fibra de carbono são utilizados em sua construção.

Brad Pitt a adquiriu em 2012, ele teve de desembolsar $ 300.000 (mais de R$ 1.5 milhão). Valor que se justifica pela exclusividade da máquina (foram feitas apenas uma dúzia delas), pelos materiais de sua construção e pela reputação do especialista que a preparou.

A moto é baseada em uma motocicleta produzida em 2009 pertencente a um grupo norte-americano conhecido como MotoWorks. Essa empresa criou na época uma espécie de Ducati Monster vitaminada com materiais tão loucos e tão caros quanto titânio (com a dificuldade de trabalhar com esse material) ou fibra de carbono.

Para mover esta moto incrível, um enorme motor V-twin de quase 250 HP de origem Harley Davidson, que é unido por um sistema de embreagem giratório para obter maior distância ao solo. Como você pode ver, tudo foi pensado para sua diversão. Porém, entre 2018 e 2019, Brad Pitt procurou um pouco de conforto e a transformou.

Para isso, ele recorreu ao especialista Roland Sands, que o transformou completamente no que agora vemos. Para isso, substituiu seu chassi por um novo de alumínio, a suspensão dianteira mudou para uma marca Öhlins mais convencional e criou uma nova frenagem para a dianteira com um disco de lóbulo único com pinça axial de quatro pistão e bomba radial de marca.

Seus faróis, guidão, assento e rodas também foram substituídos em busca do conforto e possível uso diário que o antigo design não poderia realizar. Depois dessas mudanças, a receita ficou tão explosiva e única que babamos de admirar.

  • arrow