Boeing entrega seu último 747 após mais de 50 anos de produção

A Boeing e a Atlas Air Worldwide juntaram-se a milhares de pessoas nesta terça 31/1 – incluindo funcionários atuais e antigos, bem como clientes e fornecedores – para celebrar o entrega do último 747 à Atlas, encerrando mais de 50 anos produção.

+ VÍDEO mostra como é um trem blindado russo por dentro
+ Vídeo mostra o trabalho das tripulações do caça bormbardeiro russo Sukhoi Su-34
+ Vídeo mostra o treinamento da unidade de fuzileiros motorizados da Rússia

Os funcionários da Boeing que projetaram e construíram o primeiro 747, conhecido como os “Incríveis”, voltaram a ser homenageados na fábrica de Everett , onde a jornada do 747 começou em 1967. A fábrica produziu 1.574 aviões ao longo da vida do programa.

Em 10 de março de 1972, a Boeing entregou o primeiro cargueiro widebody, um 747-200, para a Lufthansa. A entrega marcou uma nova era no transporte de carga: a capacidade expandida do 747, com sua porta dianteira que podia carregar objetos enormes, significava que os carregadores e despachantes de carga podiam entregar mais mercadorias mais rapidamente do que o transporte marítimo ou por caminhão.
Em 10 de março de 1972, a Boeing entregou o primeiro cargueiro widebody, um 747-200, para a Lufthansa. A entrega marcou uma nova era no transporte de carga: a capacidade expandida do 747, com sua porta dianteira que podia carregar objetos enormes, significava que os carregadores e despachantes de carga podiam entregar mais mercadorias mais rapidamente do que o transporte marítimo ou por caminhão. Foto: Divulgação

“Este dia monumental é uma prova das gerações de funcionários da Boeing que deram vida ao avião que ‘encolheu o mundo’ e revolucionou as viagens e a carga aérea como o primeiro widebody”, disse Stan Deal , presidente e CEO da Boeing Commercial Aviões. “É apropriado entregar este cargueiro 747-8 final para a maior operadora do 747, a Atlas Air, onde a ‘Rainha’ continuará a inspirar e capacitar a inovação em carga aérea”.

+ Destiny 2: trailer revela novas armas e armaduras
+ IA do Google já é capaz de criar músicas a partir de textos

Boeing entrega seu último 747 após mais de 50 anos de produção
Boeing entrega seu último 747 após mais de 50 anos de produção

“Estamos honrados em continuar nossa longa história de pilotar esta aeronave icônica para nossos clientes em todo o mundo”, disse John Dietrich , presidente e diretor executivo da Atlas Air Worldwide. “A Atlas Air foi fundada há mais de 30 anos com um único cargueiro 747-200 convertido e, desde então, percorremos o mundo operando quase todos os tipos de frota do 747, incluindo o Dreamlifter, o 747 Large Cargo Freighter da Boeing, para o transporte de Peças do 787 Dreamliner. Somos gratos à Boeing por seu compromisso compartilhado com a segurança, qualidade, inovação e meio ambiente, e por sua parceria para garantir o sucesso contínuo do programa 747 enquanto operamos a aeronave nas próximas décadas.”

Como o primeiro avião de corredor duplo e “jato jumbo”, a “Rainha dos Céus” permitiu que as companhias aéreas conectassem pessoas em grandes distâncias e oferecessem voos transoceânicos sem escalas. Seu desenvolvimento solidificou o papel da Boeing como líder do setor de aviação comercial. O design principal do avião, com sua distinta protuberância e assentos no andar superior, encantou gerações de passageiros e operadores. A Boeing continuou a melhorar o design original com modelos como o 747-400 em 1988 e o modelo final 747-8 lançado em 2005; em todos os modelos, o jato proporcionou economia operacional e eficiência inigualáveis ​​para os mercados de viagens e carga aérea.

Fonte: Boeing

Vídeo: Reprodução Instagram Boeing

  • arrow